A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafon (La Sombra Del Viento – The Shadow of The Wind)

A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafon (La Sombra Del Viento - The Shadow of The Wind)

a sombra do vento

Sabe aquele tipo de livro que você nunca foi procurar por e também nunca iria nunca comprar pela capa na livraria se estivesse em dúvida e analisando apenas características superficiais?

Pois é, a Sombra do Vento foi assim pra mim. E eu só comecei a lê-lo por influência de um grande amigo do trabalho, o qual disse que havia adorado o livro e que eu precisava lê-lo pois ele achava que eu também iria gostar.
Como resistir a pedidos assim? Eu nao resisto, né gente, se alguém me convencer por a+b que eu irei gostar daquele livro x, ou mesmo se pessoa vier falar dele pra mim com tanto entusiasmo, eu acabo embarcando na onda dela e me jogo na leitura.
Foi assim com a Sombra do Vento. Meu amigo estava tão empolgado pelo história que eu quis ler só pra poder conversar com ele a respeito. Era impossível eu não curtir tamanho o nível de satisfação que ele demonstrou. E eis que quando começo a leitura, mais 3 amigas minhas dizem que amaram o livro, e enfim, tive certeza q o nível de arrependimento da leitura seria nulo, e que eu estava bem desinformada a respeito do Zafon, já que todo mundo conhecia o cara menos eu hehehe (awkward nerd feelings).

Já nas primeiras páginas tive algumas certezas. 1)Meu namorado iria amar o autor pelo estilo de escrita dele, 2) eu teria que ler o livro até o final custe o que custasse já que a história do quem é Julian Carax havia me pegado tanto quanto o personagem principal da história, Daniel Sempere.

E assim fui me apaixonando aos poucos pela história. A narrativa conseguia ser extremamente rica em detalhes, mas ao mesmo tempo não deixava de ser ativa. Não me senti ansiosa lendo as descrições. Pelo contrário, é gostoso ler toda a parte descritiva do livro, Zafon tem talento para detalhes.

O que eu mais senti falta foi poder anotar no livro, porque são tantas as passagens memoráveis/legais/que valem a pena ser lembradas que eu tive que começar a anotar as melhores no meu caderno de anotações.

“O segredo vale o quanto valem aqueles dos quais temos de guardá-lo”

“O dia estava esplêndido. com um céu azul de brigadeiro e uma brisa limpa e fresca que cheirava a outono e a mar. A minha Barcelona favorita sempre havia sido a de outubro, quando a nossa alma sai para passear e nos sentimos mais sábios só de beber água no chafariz de Canaletas que, por milagre, nesses dias sequer tem gosto de cloro.”

“O difícil não é simplesmente ganhar dinheiro (…) Difícil é ganhá-lo fazendo algo que valha a pena dedicar a vida.”

“Quanto mais vazio está, mais rápido o tempo passa”
Esse aí de cima são só alguns dos que anotei, e gente, não estou mentindo, a história conversa com você. Você com certeza vai se identificar com alguma passagem assim como eu me identifiquei com estas que mostrei.
E sei lá, mas eu sempre sou fisgada por histórias quem involvam algum tipo de mistério, e está história tem um mistério pra lá de intrigante.

Uma coisa que fiquei meio perdida foi quanto aos nomes, são mtos os nomes, e eu fiz até uma listinha pessoal deles para não me perder. Mas eu adorei o jeito com que o autor cita os personagens pelo nome completo em muitas cenas, sei lá porque eu gostei, mas achei que deu um ar interessante a história.

O meio do livro demora um pouco a passar, mas quando você chega num determinado momento não consegue mais parar de ler. Esse meu momento foi dentro do ônibus voltando pra casa. Li o final de uma página e quase pulei da cadeira. Tive que voltar lendo, chegar em casa e continuar lendo, fui dormir tarde porque estava lendo, e passei o almoço do outro dia lendo porque PRECISA terminar a bendita história.

Ou seja, ou a Michele aqui é bem maluca, ou a história é realmente boa. Ninguém fica tão paranóica pra terminar de ler alguma coisa se essa coisa não for realmente boa.

A história se passa antes da 2a guerra mundial na Espanha, e é narrada por um menino chamado Daniel Sempere. O pai o leva a um Cemitério de Livros, onde ele resolve levar um livro chamado A Sombra do Vento de Julian Carax para ler. O que ele não sabe e vai descobrir logo é que este livro é muito raro e há várias figuras atrás dele, inclusive uma personalidade que ele descobre comprar todas as obras de Carax para queimá-las. Agora, quem é Julian Carax? E por que essa pessoa está tão determinada a queimar tudo que ele já tenha publicado?

Nem tente imaginar um porque. Você nunca irá descobrir. Zafon é muito bom no que faz. Leia tudinho e daí sim vc vai ficar de boca aberta com a explicação. Vale a pena!
SPOILER ALERT
******************
Meu personagem preferido da história é o Fermin Romero de Torres, que a princípio é um mendingo que o Daniel encontra na rua num dos piores dias de suas vida, mas que depois se tornará alguém importante na história. Ele meio que vira o companheiro de investigação de Daniel e gente, eu adorei todos os conselhos amorosos que ele dá pro Daniel…é tão engraçado ler as conversas entre os dois.
O grande segredo da história é muito mto difícil de ser descoberto antes que o autor jogue as cartas na mesa. Fiquei pensando em como eu não desconfie que a mãe do Daniel ia visitar o senhor Aldaya por causa do segredo, mas cheguei a conclusão de que o Zafon construiu muito bem a história dela com toda a fama de “putinha” para que justamente nunca desconfiássemos de nada antes da grande revelação ser feita.
E o final a la Harry Potter do Daniel foi surpreendente. Eu já tava super pronta pra ele morrer de fato, mas adorei que me enganei completamente quando li o final do livro.

—————————————————————————————————————————————————————————-

Do you know that kind of book that you would never look for or would never buy just by looking on the coverage in the book-store in case you had to choose by just analysing the superficial characteristics?

Yeah, that’s how The Shadow of the Wind was for me. I just started to read it because of the great influence of a good friend from work, who said that he had loved the book and that I needed to read it because he was sure I would love it as much as he did.

How can I resist to requests like this? I can’t resist, and if someone convince me by a+b that I’ll enjoy that certain book, or even if the person talks to me about it with such enthusiasm, I end up jumping on the adventure and throw myself on the reading.

It was like that with the Shadow of The Wind. My friend was so excited about the story that I wanted to read it just to be able to talk to him about it. It was impossible that I wouldn’t like it just observing the tremendous satisfaction level presented by him.

And when I was starting to read it, three more girl friends of mine said they loved the book, so, I had my final confirmation that the level of regret of this reading would be zero, and that I was really uninformed about Zafon, since everyone seemed to know the guy but me hehehe(awkward nerd feelings).

On the first pages of the reading I had couple of certainties. 1) My boyfriend would love this author because of his writing style, 2) I would have to read the book till the end whatever the cost since the story of who is Julian Carax had caught me as much as the main character of the story, Daniel Sempere.
And that’s how I started to fall in love with this story. The narrative was extremely rich in details, but at the same time really active. The reading of the descriptions didn’t let me anxious. On the contrary, it’s good to read the descriptions of the book, Zafon has a great talent on describing details.

What I missed most during the reading was to be able to take notes/make highlights on the book (remembering this one was bored),because there are so many memorable/good/cool and worth to remember quotes that I had to start to take notes of them on my personal notebook.

(my translations-sorry about any mistake!)
“The secret worth as much as the people you need to keep them away”

“The day was splendid with a blue caramel sky and the cool and fresh breeze that smelled like autumn and sea. My favourite Barcelona had always been the October one, when our soul goes to walk and we feel wiser only by drinking the Canaletas fountain water, which by miracle, in these days even tastes chlorine”

“The hard part isn’t simply making money (…) the hard part is making it by doing something that is worth dedicating your life.”

“The more empty is it, the quicker the time goes”

These quotes above are only samples of the ones I took notes, and I’m not lying, the story talks to you. You will for sure recognize yourself on some passage the same way I did with these ones I showed.
And I don’t know, but I’m always hooked by stories that have some kind of mystery, and this story has a mystery beyond intriguing.

A thing that made me kind of lost some times was the names of the characters, they are many, and I even did a little list of them so I wouldn’t lose anything on the story because of it. Anyway, I loved the way the author quotes the complete names of the characters on many scenes, and I don’t know why I liked it exactly, but I guess it gave an interesting air to the story.

It takes a while to read the middle of the book, but when you arrive at some point after it you cannot stop reading. That moment to me was when I was going back home by bus from work. I read the final of a page that made me jump of my seat. And then I had to go the whole way reading, arrive at home and read, I went to sleep late cause I was reading, and I spent the next lunch time reading because I NEEDED to end the damn story.

So, either Michele is a crazy bitch, or this story is really good. Because nobody is so paranoid to finish some reading if this reading is not really good.

The story is passed before 2nd World War in Spain, and it’s narrated by a boy named Daniel Sempere. His dad takes him to a Book Cemetery , where he decided to take a book named The Shadow of the Wind home to read. What he doesn’t know and he will discover is that this books is rare and that there are several people behind it, including a person he discovers to buy all the Julian Carax books to burn them. Now, who is Julian Carax? And why is this person so determined to burn everything he already have published?

Don’t bother trying to imagine why. You’ll never discover it before the end of the book. Zafon is really good at what he does. Read everything and then you might became amused about the explanation. It’s so worth!

 

SPOILER ALERT
******************

My favourite character of the story is Fermin Romero de Torres, which at first is a homeless guy Daniel meets in a street in one of the worst days of his life, but that aftet that will became someone really important at the story. He kind of become Daniel’s buddy on the investigation and people, I loved the romantic advises he gives to Daniel…it’s so funny to ready their conversations.
The big story secret is really hard to be discovered before the author reveals it. I was thinking about it and I did not over-think about Daniel’s mother visits to Mr Aldaya because of the secret, but I came to the conclusion that Zafon built really well all her “wore” fame mainly for us never to think about anything before the big revelation. Really good play.
And the Harry Potter style end was surprising. I was pretty prepared for his death, but I loved that I was mistaken about it when I read it.

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Observações

  1. Vou ter de reler para matar a saudade! rsrs…

    O livro chegou a minhas mão de um jeito bacana, meu namorado comprou em uma ponta de estoque de uma livraria porque gostou da capa e tinha uma notinha falando que ganhou algum prêmio rs… quase um cemitério dos livros! hashua

    Nunca tinha ouvido falar do Záfon, me apaixonei! Acho que é uma dessas histórias que nos tocam tão profundamente que nem parecem ter sido criadas por humanos, mas sim, sussurradas e recolhidas dos mundos das ideias. Para mim, é uma história genial mesmo.

    Beijos!

    • Ro, eu achei tão fofa a história. Tá sendo difícil não comentar com meu namorado dela pq quero q ele leia primeiro e não quero dar nenhum spoiler. Vc falando até eu fiquei com vontade de ir no cemitério dos livros tbém! seria mto legal!

  2. ME AJUDA EU NAO SEI NADA DESSE LIVRO E PRECISO FAZER UM TRABALHO TO FUDIDA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1 ORF

Deixe uma resposta para Rô Rezende Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>