Livros, ame-os ou deixe-os!? (Books, love them or leave them!?)

Livros, ame-os ou deixe-os!?  (Books, love them or leave them!?)

love by books

(fonte)

 

Inspiranda no artigo postado (e indicado pela minha amiga Natalia ) no The Telegraph onde Nick Hornby diz que que você não gosta de um romance intelectual/cult você deveria simplesmente largá-lo, eu decidi escrever este post para discutir um pouco mais a respeito do assunto.

Cant-get-into-highbrow-novels-Ditch-them-says-Nick-Hornby

Nick diz que ninguém deveria ler algo que não está realmente gostando, e sim, eu concordo totalmente com ele.
Por que eu deveria perder tempo da minha vida lendo algo que não me trará nenhum prazer?

Na verdade, eu acredito que a maioria das pessoas que não gosta de ler tem esse fato como principal motivo. Eles sempre escolheram a coisa errada para ler. E por coisa errada eu me refiro a uma pessoa específica, porque não há livro bom ou mau quando se trata de gosto, mas sim livro bom ou mau para aquela pessoa. É como comprar roupas, às vezes você até simpatiza com o modelo mas este não combinaria com seu jeito de ser, seu estilo, então você simplesmente não o compra ou usa. O mesmo se aplica aos livros na minha opinião.

Eu admiro as pessoas que conseguem persistir com seus planos de leitura até o fim, mas gente, a vida é muito curta para isso. Ao invés de ler alguma coisa que eu não gosto até o fim, eu prefiro ler o mesmo romance que eu já gostei mais uma vez.

Eu já li muitas leituras obrigatórias durante a escola e a faculdade, e eu perdi a conta de quantas destas leituras eu fiz até hoje, mas o que posso afirmar é que a maioria delas foi simplesmente esquecida em algum determinado ponto da minha vida. É claro, eu li muita coisa legal no meio disso também, e eu posso citar mais de um livro que eu nunca teria pegado para ler se não fosse obrigada a isso (assunto até para um post separado) e no final eu acabei simplesmente adorando, mass esses são as exceções.

De qualquer forma, a intenção de Nick no artigo é bem clara, ele quer incentivar mais pessoas a pegarem algo para ler que realmente gostem, e que justamente por estar gostando não consigam parar de ler. E gente, este é um dos maiores sentimento da vida. Ler algo agradável é tão bom quanto viajar, comer chocolate, or seja láo que você considera valioso na sua vida.

Se você tem um bom livro, um livro que você ama com você, você nunca estará sozinha. Então, dê a chance a algum!

 
*Nota mental: Ler alguma coisa do Nick pra ver se ele é bom pra mim :)

 

 
————————————————————————-

 

82e6fc2ba14f88bc963b36cdee697702

(fonte)
Inspired by a posted article (and indicated by my friend Natalia) on The Telegraph where Nick Hornby tells you that if you do not like a highbrow novel you should ditch it, I decided to make a post to discuss a little bit more about the subject.

http://www.telegraph.co.uk/culture/books/booknews/11141627/Cant-get-into-highbrow-novels-Ditch-them-says-Nick-Hornby.html

Nick says that none should read something that is actually really not enjoying, and yes, I totally agree with his point of view.
Why should I spend time of my life reading something that is not bringing me any pleasure?

In fact, I believe that most of the people that does not like to read have this as the major reason. They’ve always picked up wrong stuff to ready. And by saying wrong stuff I mean wrong to that specific person, because there’s no good or bad book if you’re speaking about taste, but bad or good book for that person. It’s like clothes, sometimes you even sympathize with the model but it wouldn’t fit your way of being so you just don’t buy/wear it. Same for the books.

I admire people that can stick with the plan and read everything they plan to, but folks, life is too short for that. Instead of reading something I do not like until the end, I rather reading the same novel I already did like once more.

I’ve already read many mandatory reading during school and college,I lost count of how many of these mandatory reading I’ve done so far, but what I can say about them is that most of them were simply forgotten at some point in my life. Of course, I read a lot of good stuff in the middle of these too, and I can say more than a book I would never have picked up to read if it wasn’t a mandatory reading (subject for a single post by the way), and in the end I simply loved it, but those were the exceptions I could say.

Anyway, Nick’s intentions are of compelling more people to get to read something they are loving, and because of that they cannot stop doing it. And guys, this is one of the greatest feelings of life. Reading something enjoyable is as good as travelling, eating chocolate, or whatever you consider delightful in your life.

If you have a good book, a book you love with you, you’re never alone. So, give something a change!

 

* mental note: Read something from Nick to see if his writing is good for me :)

Compartilhe

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>