Harry Potter and The Philosopher’s Stone – JK Rowling (Harry Potter e a Pedra Filosofal)

Harry Potter and The Philosopher's Stone - JK Rowling (Harry Potter e a Pedra Filosofal)

capa harry e a pedra port ingles

OBS: Isto é um texto de releitura e por isso poderá conter SPOILERS ao longo dele, já que estou comentando a obra como um todo e detalhes que percebi com a releitura. Se você ainda não leu Harry Potter, é melhor ler primeiro.

Terminada a primeira releitura de 2016, só consigo pensar que foi uma excelente ideia começar o ano com Harry.
Não é segredo para ninguém o meu amor por esta história, e apesar de já ter relido os livros umas 5x cada, fazia seguramente 5 anos que não relia nenhum deles. Como a política aqui é reler para saber se o livro continua valendo a pena para mim, lá fui eu.
Já nos primeiros capítulos relembrei e percebi muitas coisas que legais.
O fato de Hagrid chegar com uma motoca voadora e mencionar que Sirius emprestou pra ele é uma delas. Na primeira vez que você lê essa parte nem presta atenção nisso pois Sirius é um personagem que só vai ser explicado no 3o livro. Até lá você já havia provavelmente esquecido que leu o nome dele no primeiro livro. Mas está lá. Assim como o nome da maioria dos colegas de Harry, que ao longo da história terão participações fundamentais em vários episódios. Cada um deles é pelo menos mencionado de alguma forma. Dá super pra perceber como a JK já tinha TUDO planejado desde o 1o livro MESMO!
Achei muita graça quando antes de chegar a Hogwarts Harry tem uma breve explicação de Hagrid sobre as casas, e ele num primeiro momento acha que vai ser selecionado para a Lufa-Lufa. Todo mundo tira sarro desta casa, mas o próprio Harry achou que cairia lá num primeiro momento.
Outra parte bem creepy e que eu não lembrava mesmo é que antes de chegar a Hogwarts ainda, depois de cruzar com Quirrel no caminho para o Beco Diagonal, Harry sonha que ele está usando o turbante do professor Quirrel (note-se aí – vocês sabem muito bem quem estava embaixo do turbante) e este fica falando para Harry se trasnferir para a Sonserina, porque lá é seu lugar. OK OK, se isso não for uma dica da JK logo no começo do livro de que Quirrel e o turbante dele tem alguma coisa de podre, não sei mais o que é dica. Mas…eu não percebi isso na primeira vez que li o livro, definitivamente.
A parte mais tocante talvez seja mesmo quando Harry vê os pais e a família toda (avós etc) no espelho de Ojesed, e quando ele precisa ir embora da sala e fala para Lily que ele voltará. Realmente é de cortar o coração.
Estava até conversando com uma grande amiga (Cecília) esse fim de semana, e ela considera essa parte a parte mais tocante para ela de todos os livros. Eu particulamente não sei qual foi a mais tocante para mim. Tenho muitas que me causaram muita emoção, mas nunca parei para pensar e classificar a mais tocante. Ficou acordado então que o farei até o final da leitura dos 7 livros. (Challenge Accepted, já diria Barney Stinson)
Tem também a parte em que Harry pensa que Snape consegue ler mentes porque ele sabia exatamente o que Harry havia pensando no momento, e eu não posso deixar de pensar que isso era uma pequenina preparação para os poderes mega boga do Snape em Oclumência que serão desenvolvidos no 5o livro.
O discurso de Harry para Ron e Hermione na noite em que eles acham que a pedra vai ser roubada e ele tem que ir impedir é a coisa mais preciosa. Ali você vê o quão corajoso, altruísta e inconsequente Harry é, e pra mim foi definitivamente o momento em que tive certeza que o personagem havia me conquistado.

“…Vocês não perceberam? Se Snape apanhar a Pedrs, Voldemort vai voltar! Vocês não ouviram contar como era quando ele estava tentando conquistar o poder? Não vai haver Hogwarts para nos expulsar! Ele vai arrasar Hogwarts, ou transformá-la numa escola de Magia Negra! Perder pontos não importa mais, vocês não entendem? Acham que ele vai deixar vocês e suas famílias em paz se a Grifinória ganhar o Campeoneto das casas? Se eu for pego antes de conseguir a Pedra, bem, vou ter que voltar para os Dursley e esperar Voldemort me encontrar lá. É só uma questão de morrer um pouquinho depois do que teria morrido, porque eu nunca vou me aliar aos partidários da magia negra! Vou entrar naquele alçapão hoje à noite e nada que vocês disserem vai me impedir! Voldemortmatou meus pais, estão lembrados?”
Essa parte que ele fala que é questão de tempo até Voldemort achá-lo, em Hogwarts ou nos Dursleys é mto profunda. Remete muito ao destino já previsto e traçado na profecia que viremos a saber no 5o livro, que um dos dois teria que matar o outro. Aqui você já vê que mesmo Harry não sabendo disso ainda, há uma parte dele que sabe que um confronto entre os dois é inevitável.

Enfim, após todas estas notas posso afirmar que é extremamente gratificante fazer uma releitura pois é nela que você vai perceber pequenos detalhes que fazem toda a diferença na história. Mais ou menos como o povo faz com filmes, e tem gente que consegue descobrir até erros de gravação no meio deles. Também é bom pois lendo o mesmo livro em diferente fases você terá novas impressões a respeito dele. É bom para você ver como vai mudando de opinião com o passar do tempo. Mas, isso é assunto para um post específico eu acho, benefícios da releitura…aliás, eu tenmho até um post feito que fala o porque de eu reler livros (Por que eu releio livros?)
——————————————————————————————————————————————————————————–

capas harry e a pedra americanas
Note: This is a re-reading of the book, therefore may contain SPOILERS along it, since I’m making comments about the whole book and details I noticed with the second reading. If you have not read Harry Potter, it is best to read it first.

After the first reading of 2016, I can only think it was an excellent idea to start the year with Harry.
It’s no secret my love for this story, and even though I have re-read the books about 5 times each, it has passed certainly five years that I did not re-read any of them. As the policy here is re-read to see if the book is still worth for me, there I went.
In the early chapters I remembered and recalled many cool things.
The fact that Hagrid came up with a flying motorcycle and mentioned that Sirius lent him is one of them. The first time you read this part you don’t even pay attention to it because Sirius is a character that will be explained in the third book. Until then you had probably forgotten that read his name in the first book. But it’s there. As well as the name of most of Harry’s colleagues, who throughout the story have fundamental holes in several episodes. Each of them is mentioned at least to some extent. and it makes you realise how JK had ALL planned from the first book INDEED!
I thought very funny when before coming to Hogwarts Harry had a brief explanation from Hagrid over the houses, and he at first thinks he will be selected for Hufflepuff. Everyone makes fun of this house, but Harry himself thought he would end up there at first.
Another very creepy part that I did not remember was that before coming to Hogwarts, after coming across Quirrell on the road to Diagon Alley, Harry dreams that he’s wearing Quirrell’s turban (note there – you know very well who was under his turban) and it is speaking to Harry to transfer to Slytherin because there is his place. OK OK, if this is not a hint of JK at the very beginning of the book that Quirrell and his turban has something rotten, I do not know what’s tip. But … I did not notice it the first time I read the book, definitely.
The most touching part perhaps it’s when Harry sees his parents and the whole family (grandparents etc) in the Mirror of Erised, and when he has to leave the room and tells Lily that he will return. It really is heartbreaking.
I was even talking to a good friend (Cecilia) this weekend, and she considers this part the most touching part for her in all the books. Particularly, I do not know what was the most touching for me. I have many that have caused me a lot of emotion, but never stopped to think and sort the most touching. It was then that I agreed that I will decided which one it is after re-reading the 7 books. (Challenge Accepted, as says Barney Stinson)
It also has the part where Harry thinks Snape can read minds because he knew exactly what Harry was thinking at the time, and I can not help thinking that it was a little preparation for the mega powers of Snape in Oclumency to be developed the fifth book.
Harry’s speech to Ron and Hermione at night when they think the stone will be stolen and he has to go stop, it’s the most precious thing. There you see how brave, selfless and reckless Harry is, and for me it was definitely the moment when I knew that the character had conquered me.

“…Don’t you understand If Snape gets hold of the Stone, Voldemort’s cominng back! Haven’t you heard what it was like when he was trying to take over? There won’t be any Hogwarts to get expelled from! He’ll flatten it, or turn it into a school of dark arts! Losing points doesn’t matter any more, can’t you see? D’you think he’ll leave you and your family alone if Gryffindor win the House Cup? If I get caught before I can get to the Stone, well, I’ll have to go back to the Dursleys and wait for Voldemort to find me there. It’s only a bit later than I would have done, because I’m never going over to the Dark Side! I’m going through that trapdoor tonight and nothing you two say is going to stop me! Voldemort killed my parents, remember?”

That part he speaks it is a matter of time before Voldemort finds him at Hogwarts or at the Dursleys it’s really deep. Refers to the very destination already planned and plotted on prophecy that we will come to know in the 5th book, which is that one of the two would have to kill the other. You already see that even Harry not knowing about it, there’s a part of him that knows that a confrontation between the two is inevitable.

Finally, after all these notes I can say that it is extremely rewarding to re-read because it is here that you’ll notice little details that make all the difference in history. Sort of like the people make with the movies, and there are people who can discover even errors in their midst. It is good too because by reading the same book in different stages of your life you will get new impressions about it. It’s good for you to see how you change your mind over time. But this is a subject to a specific post I think, benefits of re-reading … by the way, I already have a post that talks why I re-read books. (Why do I re-read books?)

cartazes dos filmes harry e a pedra

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>