Mulheres Extraordinárias – Karla Maria

Mulheres Extraordinárias – Karla Maria

mulheres extraordinárias

A jornalista Karla Maria cruzou com muitas pessoas interessantes ao longo de 15 anos de carreira.

E desta trajetória surgiu o Mulheres Extraordinárias, livro no qual ela reúne um grande material de entrevistas que fez com diversas mulheres do nosso país, as quais enfrentaram cada uma a sua batalha diante da realidade. O livro é agrupado em capítulos super bem ilustrados por Rebeca Souza Venturini de acordo com a semelhança da batalha de cada uma delas.

As histórias presentes no livro são bem curtas e contadas num estilo jornalistico mesmo, por vezes tive a impressão de estar lendo-as num jornal ou numa revista onde eu estivesse lendo a respeito de algum tópico abordado num dos capítulos. Os temas tratados em cada capítulo precisam muito serem debatidos na nossa sociedade. Preconceito racial é um deles. Seguido de tráfico de pessoas, violência contra a mulher, aborto, entre outros

Este livro então serve perfeitamente como um pontapé para um debate maior, já que ele apenas te despertará para cada questão. Seria interessante professores levarem as histórias do mesmo para discussões em sala de aula, já que estas são curtas e poderiam acender debates e reflexões acerca do tema a ser discutido.

Eu demorei um pouco para terminar a leitura pois fiquei muito impressionada com algumas histórias. Levei dias para digerir alguns acontecimentos pois quando pensava que tudo aquilo era real, não eram histórias de ficção eu mergulhava numa bad  por ver como há coisas ruins nesse mundo. A história da Juci foi a que mais me impressionou, pois é realmente muito chocante ver até que ponto os seres humanos chegam traficando seus próprios semelhantes e os tratando como se fossem coisas.

Mas também fiquei com sentimentos bons quando li a a história da Ivanise no capítulo das Multiplicadoras do bem. Ela conseguiu transformar o drama que viveu em algo que a fez continuar. Hoje ela ajuda pessoas que passaram pelo menos drama que ela (filhos desaparecidos).

Acho que o livro é legal também para quem tem dificuldade com leituras longas. Como ele é organizado com histórias curtas você sempre consegue pegar uma e ler até o final sem ter que parar na metade. É bem parecido com a estrutura de um livro de contos, que aliás, eu também acho legal para pessoas que não conseguem ler histórias muito grandes.

Recomendo muito a leitura mas preparem seus corações para tantas emoções escondidas nas páginas destas histórias extraordinárias.

mulheres extraordinárias2

Journalist Karla Maria has met many interesting people over a 15-year career.

And from this trajectory she released “Mulheres Extraordinárias”(Extraordinary Women), a book in which she gathers a great material of interviews that she did with several women of our country (Brazil), who faced their battle against reality. The book is grouped in chapters super well illustrated by Rebeca Souza Venturini per similarities in their battles.

The stories in the book are very short and told in a journalistic style, sometimes I had the impression that I was reading them in a newspaper or in a magazine where I was reading about some topic covered in one of the chapters. The topics covered in each chapter need to be discussed. Racial prejudice is one of them. Followed by people trafficking, violence against women, abortion, among others.

This book then serves perfectly as a kick-start for a larger debate, since it will only wake you up for each question. It would be interesting for teachers to take their stories to class discussions, as they are short and could introduce debates and reflections on the topic being discussed.

It took me a while to finish reading because I was very impressed with some stories. It took me days to digest some events because when I thought that all of it was real, that it weren´t fiction stories but bad real things that really happen in this world. Juci´s story impressed me the most, since it is really shocking to see how human beings come to traffic their equal and treat them as if they were things.

But I also had good feelings when I read Ivanise´s story in the chapter of the Multipliers of Good. She managed to turn the drama she lived into something that made her go on. Today she helps people who have gone through the same drama she did (missing children).

I think the book is also cool for those who have difficulty with long readings. As it is organized with short stories you can always get one and read through without having to stop in the middle of it. It is very like the structure of a storybook, which, by the way, I also think is cool for people who cannot read very large stories.

I highly recommend the reading but prepare your hearts for so many emotions hidden in the pages of these extraordinary stories.

 

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>