Good Boy – Elle Kennedy & Sarina Bowen

Good Boy - Elle Kennedy & Sarina Bowen

ScreenHunter 362

Esse livro é o primeiro de uma série spin-off dos livros Ele/ Nós que contam a história de Wes e Jamie. E nele iremos conhecer mais sobre Blake Riley, um dos colegas de Wes no time de Toronto, e sobre Jess Canning, uma das irmãs de Jamie.

Em Nós, nós tivemos algumas cenas que nos fizeram acreditar que algo havia rolado entre Jess e Blake, e enfim, estávamos certos de pensar isso, porque realmente havia rolado algo.

Mas consumida pela culpa e pelo preconceito Jess está em negação até o presente momento do casamento do irmão, o qual ela ajudou a ser preparado porque havia decidido tentar a carreira de cerimonialista. Blake por ser o padrinho de Wes manteve contato com ela mesmo a distância e tenta usar o casamento para se aproximar novamente, mas Jess irá refutá-lo justamente por  conta de toda culpa e preconceito que carrega após o episódio em que os dois ficaram juntos ela acaba “fugindo” dele mais uma vez.

Mas o destino irá dar uma bela contribuição para esses dois, pois Jess está decidida a ser enfermeira, e consegue uma bolsa em uma faculdade de Toronto, onde o curso de Enfermagem é bem mais em conta que nos EUA, consequentemente então tendo que mudar para lá. Uma vez na mesma cidade os dois irão se encontrar e interagir muito já que Blake é vizinho de Wes e Jamie.

E aí meus amigos é que iremos acompanhar uma das melhores interações entre casais que li nos últimos tempos, pois por mais que estejamos acompanhando muitos eventos além da relação Jess-Blake,  o livro consegue girar principalmente em torno disso e em como Jess vai descobrindo que Blake não era o atleta paspalho e sem cabeça que ela pensava. E nós, é claro, vamos caindo de patinhas por ele junto com ela. Que homem, meu Deus!

Só consigo comparar a série com meu sentimento quando li a série dos Amores Improváveis. O Acordo foi legal, O Erro foi muito legal,  O Jogo foi sensacional. Mesma coisa aqui se falarmos de Ele, Nós e agora Good Boy.

Com certeza lerei Stay, que é o próximo livro do spin-off e torcerei para Elle e Sarina publicarem mais sobre esses meninos do time de Toronto. Posso dizer que estou gostando de hockey cada vez mais e Elle é 100% responsável por isso.

Nota:  A série spin-off foi chamada de W.A.G.s pois as esposas/namoradas dos jogadores de Toronto se denominam assim: ((W)ives (a)nd (G)irlfriend(s) of the hockey players.)

ScreenHunter 363

This book is the first in a spin-off series originated from Him/Us books that tell the story of Wes and Jamie. And in this one  we’ll learn more about Blake Riley, one of Wes’s colleagues from Toronto team, and about Jess Canning, one of Jamie’s sisters.

In Us, we had some scenes that made us believe that something was going on between Jess and Blake, and finally, we confirm it, because something really went on.

But consumed by guilt and prejudice Jess is in denial until the present moment of her brother’s marriage, which she helped to organize because she tried to be a ceremonialist. Blake for being Wes’s bestman kept in touch with her and tries to use the marriage to get closer again, but Jess will refute him because of all the guilt and prejudice she still carries after the episode in which the two were together, and she ends up “running away” from him one more time.

But fate will make a nice contribution to these two because Jess is determined to be a nurse, and  she gets a scholarship at a college in Toronto, where the Nursing course is much more affordable than in the US, therefore she needs to move to Toronto . Once in the same town the two will meet and interact a lot since Blake is Wes and Jamie’s neighbor.

And so my friends, we’ll be seeing one of the best dating interactions I’ve read lately, since as much as we’re following many events beyond the Jess-Blake relationship, the book manages to center the whole story between these two, and how Jess finds out Blake was not the goofy, headless athlete she thought. And we, of course, start to fall in love with him with her. What a man, my God!

I can only compare the series to my feeling when I read the Off-Campus series. The Deal was cool, The Mistake was very cool, The Score was sensational. Same thing here if we talk about Him, Us and now Good Boy.

I’m sure I’ll read Stay, which is the next spin-off book, and I’m going to keep dreaming about Elle and Sarina to publish more about these boys from the Toronto team. I can surely say that I’m enjoying hockey more and more and Elle is 100% responsible for this.

Note: The spin-off series was called W.A.G.s because the wives / girlfriends of the Toronto players call themselves like this: (W) ives (a) nd (G) irlfriend (s) of the hockey players.

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>