Literatura Internacional


Aprendendo a Silenciar a Mente – OSHO (Learning to Silence the Mind)

Faz alguns anos que tenho tentando ler livros de me conectem mais com meu interior e me façam refletir sobre questões íntimas as quais eu preciso lidar e esse é um livro muito interessante para quem está querendo começar a entender mais sobre meditação, porque fazê-la e como, no caso, euzona. Um dia chego lá! Nele Osho discorre a respeito de como as pessoas vivem uma vida repetitiva controlada pela mente, e esta não permite que você entre um estado meditativo. Você fica o tempo todo cercado de palavras,......

Continue lendo


Amor Amargo – Jennifer Brown (Bitter End)

Assim como em A lista Negra, Jennifer trata neste livro de um assunto muito polêmico e que deveria ser mais discutido em nossa sociedade: a violência contra a mulher. Alex tem uma vida bem normal apesar de ter perdido a mãe quando era criança. Ela mora com o pai e uma das duas irmãs (Célia e Shannin), trabalha numa lanchonete depois da escola, e tem dois melhores amigos, (Bethany e Zach) com os quais está planejando uma viagem logo após se formarem no colégio. Ela quer muito conhecer o......

Continue lendo


50 Tons Mais Escuros - E.L. James (Fifty Shades Darker)

Pessoal, este é o segundo livro da Trilogia de 50 Tons de Cinza, ou seja, se você ler o resumo desta história não tendo lido o primeiro livro já lerá SPOILERS. Esta segunda parte começa a ser narrada por Anastasia 3 dias após ela ter deixado Cristian convencida de que não conseguirá ser a submissiva que ele tanto deseja, já que está apaixonada e gostaria apenas de ter um relacionamento normal, onde Cristian correspondesse ao seu amor. Ana recebe um e-mail em seu trabalho de Cristian oferecendo carona para......

Continue lendo


Talvez um Dia – Colleen Hoover (Maybe Someday)

Mais um livro da “tia Colleen” (tratamento carinhoso que meu clube do livro deu a autora) que não consegui parar de ler enquanto não terminei. Li em questão de um dia praticamente assim como o Lado Feio do Amor. Por conta disso, o clube do livro chegou à conclusão de que Colleen deve usar cocaína nas páginas da história (palavras de Talita) porque esse tipo de “não consigo parar de ler até o final” não é todo livro que consegue, independente da história que esteja sendo contada. Se você......

Continue lendo


Claros Sinais de Loucura – Karen Harrington (Sure Signs of Crazy)

  Quando Talita me emprestou esse livro dizendo que tinha se lembrando de mim ao lê-lo pois ele era muito fofo e a minha cara eu tive que levá-lo para confirmar se a sua impressão estava correta. E sim, ela estava coberta de razão. Não sei bem dizer o motivo, mas eu me identifiquei muito com o jeito de Sarah, a menina de 12 anos que narra a história. Sarah é filha de Tom Nelson e Sarah Nelson, dois nomes bem famosos nos noticiários de TV pelo fato de......

Continue lendo


A lista negra – Jennifer Brown (Hate List)

Acho que foi um dos livros mais chocantes que li em 2016. A história é super pesada embora o texto seja super fluído e fácil de ler, há muitas questões importantes de serem debatidas sendo a principal delas o bullying praticado nas escolas. Foi por causa do bullying que sofriam que o namorado Valerie Leftman, Nick Levil abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola onde eles estudavam. Valerie é antingida por um das balas ao tentar pará-lo e acaba salvando a vida de uma das colegas da......

Continue lendo


O ano que eu disse SIM – Shonda Rhimes (Year of YES)

Um livro que deve ser lido por todas as pessoas que buscam desenvolvimento pessoal e eu diria que também é ideal para todas as mulheres que buscam desenvolvimento pessoal, empoderamento, liberdade. Shonda conta nele (de uma forma super intimista – ela praticamente conversa com o leitor enquanto narra) sua história e como passou a ser uma pessoa mais aberta as oportunidades da vida. Tudo começa num dia de Ação de Graças quando sua irmã mais velha diz que ela nunca dizia sim para nada, o que era verdade, e......

Continue lendo


Top 5 melhores livros lidos de 2016 - Best books read in 2016

Não vou conseguir mensurar qual dos 5 foi o melhor dos melhores, mesmo porque 3 aí são séries de livros, mas posso dizer com certeza que meu ano foi melhor depois de ter lido tudo isso e que espero que quem quer que leia esse post se inspire a lê-los pois estes livros com certeza valem muito a pena.   1)Maze Runner (todos) Mais ou menos um ano antes de começar a lê-los uma amiga me contou o que acontecia no final da série (porque eu pedi, claro), só......

Continue lendo


O lado feio do amor – Collen Hoover (Ugly Love)

Foi nosso primeiro da Collen no clube do livro, a terceira leitura, e posso dizer que a mais acalorada discussão até agora. Gostei muito da história como um todo, e acho que as partes mais picantes acabaram sendo consequência da história como um todo também.  Não achei nada enjoativo, pelo contrário. O texto alterna entre a narrativa da Tate e do Miles. Tudo começa quando Tate vai morar com seu irmão Corbin e dá de cara com um cara bêbado na frente do apartamento dele. Mais tarde ela descobre......

Continue lendo


As intermitências da Morte – José Saramago (Death with Interruptions)

A primeira coisa que pensei quando comecei a ler o livro foi “esse cara é pirado”. Sim, porque a pessoa não usa nenhum tipo de pontuação da língua portuguesa como a norma culta pede. Ele não respeita parágrafo, travessão, e ri forte na cara da gramática normativa. Você se perde no meio das páginas se não estiver inteiramente concentrado já que pessoas falam junto, os acontecimentos mudam e cada parágrafo é gigantesco. É extremamente difícil parar a leitura pra voltar outra hora por conta do texto intrincado e tudo......

Continue lendo


Páginas 4 de 13« First...23456...10...Last »