Fangirl – Rainbow Rowell (Fangirl)

Fangirl - Rainbow Rowell (Fangirl)

FANGIRL

Estou apaixonada por este livro. É uma história simples e encantadora. Talvez o amor por ele tenha surgido do fato dele contar a história de uma menina a qual eu me identifiquei em muitas situações.
Ele conta a história de Cath, uma menina de 18 anos que vai para a faculdade junto com sua irmã gêmea, Wren. Elas cresceram sem a mãe (q as abandonou qdo elas só tinham 8 anos) e desde esse época viraram mega fãs de Simon Snow (vulgo Harry Potter na vida real). Mas quando elas estão indo pra faculdade, a irmã de Cath não quer fica junto dela e nem se ligar mais tanto em Simon Snow como antes, e além de conseguir um dormitório com outra colega, corta o cabelo mais curto para se diferenciar totalmente de Cath, e fica cutucando a irmã quando o assunto de Simon Snow aparece.
Cath então, contra a vontade, vai morar num dormitório junto com uma colega de quarto mais velha, Reagan. Esta tem um namorado chamado Levi, que sempre frequenta o dormitório delas, e então Reagan e Levi acabam se tornando amigos de Cath. Talvez os únicos que Cath faz por pura e simples pressão deles já que Cath é aquele tipo de nerdona antisocial radical que escreve Fanfics (no caso, de Simon Snow). Sua história é um sucesso no fanfic site, mas ninguém da faculdade sabe disso.
O livro vai mostrar então a vida de Cath principalmente o primeiro ano da faculdade. Suas preocupações com o pai que tem um histórico psicológico duvidoso desde o abandono da mãe delas (ele fica sozinho quando elas vão pra faculdade), a irmã gêmea (que parece estar perdendo um pouco o controle do que seria a liberdade da faculdade), suas aventuras e desventuras amorosas, e principalmente como ela lida com tudo isso continuando a escrever Fanfics de Simon Snow.
Esse livro DEVE ser lido por todas as nerdonas convictas assim como eu. Você, minha cara nerdona, irá com certeza achar que os pensamentos de Cath são seus próprios pensamentos.
Comprei esse livro por influencia da Mel. Ela falava tanto dele, e tinha uma coleção com várias capas do mesmo que fiquei muito curiosa. Valeu cada real investido. Compraria mais versões se tivessemos elas aqui no Brasil. As capas especiais são todas dos livros americanos. No Brasil só temos a verde clarinha que é a capa original do livro.

 

SPOILER ALERT
******************

Para tudo, porque preciso comentar sobre o Levi! O Levi é o cara mais gente boa, amigo, companheiro e atrapalhado que eu já vi! Não consigo decidir se gostei mais da Cath, por me identificar tanto com o jeito dela, ou se gostei mais dele, por ser aquele tipo de pessoa que a gente admira desde que conhece. Todos querem ser como ele, inclusive Cath.Talvez venha daí o primeiro interesse dela por ele e talvez venha daí o desinteresse com o passar do tempo da Reagan por ele. Reagan não é o tipo de menina que daria certo ficando junto com Levi por muito tempo. Todo mundo percebe isso lendo o livro.
A gente passa a história toda torcendo pra que Cath e ele tenham alguma coisa, mesmo Cath achando Nick (colega de classe) mais bonitão e interessante no começo.
Cheguei a dar gritinhos quando o safado do Nick passou a perna da Cath roubando a história que os dois haviam escrito juntos, porque daí a Cath finalmente desencanou geral de qualquer ideia romântica que poderia ter com ele.
Agora quando Cath e Levi se beijam pela primeira vez. OMG. Os fatos que seguem este ocorrido são TÃO iguais a tudo que vivi na minha vida que gente, a Rainbow só pode ter sido uma nerdona que pensava a mesma coisa pra ter conseguido retratar tão bem o pensamento nerd feminino na história. Se não foi, aqui ficam os meus parabéns pra ela pelo talento.
Gostei muito da abordagem do assunto do abandono materno e como isso marcou e influenciou as duas gêmeas de modos diferentes. E é Levi (o grande!) que consegue retratar tão bem como cada uma lida com a vida após esse marco. O Levi tem umas citações ao longo da história muito reflexivas.
Gostei do final do livro bem light e casual, e gostei muito muito mesmo do jeito que a história foi desenvolvida em 3a pessoa. Diferente da moda de narração em 1a pessoa que toma conta dos livros hoje em dia. Adorei tanto que vocês não tem noção. Aliás, vocês terão pois essa resenha tá super parcial né?
Coisas que não gostei: Os trechos de fanfics grandões no meio da história e o fato de ser Simon Snow quando você vê obviamente que a autora se refere a Harry Potter. Não consegui entender porque não usar o próprio Harry. Talvez tenha alguma coisa a ver com direitos autorais. Se um dia eu descobrir com certeza o porque eu posto no blog confirmando dentro da resenha.

 
PARA ESTUDANTES DE INGLÊS
Minha opinião quanto ao grau de dificuldade do texto pra um estudante de inglês é que embora o texto seja fácil eu colocaria o livro num nível quase intermediário por conta do vocabulário dele.

 
—————————————————————————————————————————————————————————-

 

8a06f613bf1eaacf97809d17c085495a

 

https://www.pinterest.com/pin/453174781233686019/

I’m definitely in love for this book. It’s a story that is simple and enchanting. Maybe the love for it was created by the fact that it tells a story of a girl that I saw myself in on many situations.
It tells a story about Cath, a girl with 18 years old that goes to college with her twin sister, Wren. They grew up without their mother (who abandoned them when they were 8) and since this tim they became huge fans of Simon Snow (the Harry Potter of the real life). But when they are going to college, Cath’s sister doesn’t want to hang out with her, and she doesn’t care about Simon Snow like before, besides she finds another dorm and room mate , cuts her hair shorter to be different from Cath, and she even starts to tease Cath when the subject Simon Snow appears.
Cath then, against her will, goes to live in a dorm with an older room mate, Reagan. Reagan has a boyfriend named Levi, who always goes to their dorm, and then they end up getting close to Cath and becoming friends with her. Maybe the only ones Cath has because og pure pressure of them since Cath is that nerd antisocial kind that writes fanfics (on this case, about Simon Snow). Her story is a success on the fanfic site, but none on college knows that.
The book will then show Cath’s firs year at college. Her worries with her father, that has a psychological historic since her mother’s abandonment (he stays at home alone when the girls go to college), her twin sister (who seems to be losing control of what’s freedom at college), her romantic adventures and misadventures, and mainly how she handles everything and keep writing the Simon Snow fanfics.
This book MUST be read by all the nerd girls like myself. You, my dear nerd friend, will definitely find that Cath’s thoughts are your own.
I bought this book because of Mel’s influence. She used to speak so much about it, and she had a collection of several different coverages that I became even more curious. I worth every penny I invested. I would buy more versions of it if we had then in Brazil. But the special coverages are all american. In Brazil we only that he light green one, which is the original coverage.

SPOILER ALERT
******************
Stop everything, cause I need to comment about Levi! Levi is the most good guy, friend, partner and clumsy I’ve ever seen! I can’t decide if I liked him more than I like Cath, because I saw so much of myself on her, or if I liked him, because he’s that kind of person we admire since we know them. Everybody wants to be like him, including Cath. Maybe it comes from here the first interest sparkle of Cath about him, and maybe it comes from here the lack of interest of Reagan on spending time with him. Reagan is not the kind of girl that wouldn’t work out with Levi for a long time. Everybody that reads the books gets it.
We spend the whole story wanting a thing between Cath and him, even Cath thinking Mick (her class mate) hotter and interesting that Levi in the beginning.
I gave some screams when the bad Nick cheated Cath by stealing the story they both have written together, because then Cath finally got over him and any romantic idea she could have about him.
Now, when Cath and Levi kissed for the first time. OMG! The facts after the kiss are SO the same to everything I already lived in my real life, that people, Rainbow can only be a nerd girl that used to think the same way to be able to tell so good the nerd girl thought of the story. If she wasn’t, then I let my congrats here for her talent.
I liked a lot how the abandonment subject is handled and how this marked and influenced the twins throughout the story. And it’s Levi (the one!) that is able to define how each of the twins handle life after this mark. He’s the quotes guy from the book, he has a lot of reflexive quotes in the story.
I liked the casual and light end of the book, and I liked pretty pretty much the way the story was developed in 3rd person. Different from the 1st person narrative that dominates the market nowadays. I liked it so much you can’t even imagine. Well, you have a little bit of notion by the impartiality of this digest .(notatall)
Things I didn’t like: The fanfics excerpts really big in the middle of the story and the fact that it’s Simon Snow when you clearly see that the author refers to Harry Potter. I couldn’t understand why not using Harry himself. Maybe there’s something to do with the copyrights. If some day I find out I’ll sure post it on the blog inside this text.

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Observações

  1. Eu também comprei o livro por causa da Mel, e concordo com você alguns textos da fanfic ficaram muito grandes, mais o livro é muito bom e ficava torcendo pra Cat ficar com o Levi, muito fofo eles junto.

  2. Oi Michele!

    Não tem como não morrer de amores por esse livro e mais ainda pelo Levi! Acho fofo demais que ele vai buscar a Cath à noite na biblioteca. Precisamos de mais Levis no mundo real.
    E como eu odiava o Nick, fiquei morrendo de raiva quando ele roubou a história, mas ele teve o que mereceu quando a Cath se recusou a publicar.

    Uma coisa que eu gostei muito no livro é o fato de a Cath se sentir deslocada na faculdade e como Rainbow conseguiu transmitir isso tão bem pro leitor. Gostei bastante também da história com o pai dela e confesso que passei o livro inteiro morreeeeendo de raiva da Wren. Terminei o livro ainda com o pé a trás com ela.

    Quanto a autora não usar Harry Potter, acho que é porque ela pretendia lançar o livro da própria fanfic, Carry On, que saiu esse mês no EUA.

    • Aiii Paula, não dá vontade de morder esse Levi qdo ele aparece na biblioteca? Um cara assim a gente não vê todo dia. Fiquei pensando q a Rainbow fez ele ser de cidade interiorana e coisa e tals justamente pra poder justificar um pouco desse comportamento gracinha dele. E o Nick tem meu ódio eterno. Caras escrotos como ele merecem se ferrar rs.
      Agora sobre o questionamento de Harry vc tem TODA razão. Aliás, eu vi foto do livro Carry On e fiquei com meus botões pensando q talvez ela tivesse feito por algo assim. e vc me diz, vc nao vai querer ler o Carry On? Eu vou hehehehe. Essa Rainbow é danada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>