Mentira Perfeita – Carina Rissi

Mentira Perfeita – Carina Rissi

mentira-perfeita1

A leitura foi com certeza um dos momentos gostosos do meu mês. Um livro super leve, comédia romântica autêntica pois apesar de tratar sobre vários assuntos polêmicos nunca perde esse aspecto leve e gostoso da narrativa. Pra mim, imensamente melhor que Procura-se um marido. Não que o primeiro não seja legal, mas esse spin-off é imensamente mais bem acabado nas tramas e os personagens e acontecimentos são muito mais marcantes – é evidente a evolução da Carina como escritora e eu adorei as cenas picantes que ela adicionou na história. Achei totalmente pertinente e novamente leve.

A história é um spin-off pois os personagens principais são o Marcus (irmão do Max de Procura-se um marido) e a Júlia, que é uma funcionária da L&L, empresa que o avô da Alicia deixou pra ela quando morreu. Apesar de Max e Alicia não terem nada a ver diretamente com os acontecimentos da história principal de Mentira Perfeita eles aparecem em vários momentos da história por conta da sua conexão com os personagens Marcus e Julia.

Enfim, a trama do Mentira Perfeita gira torno de uma mentira que Julia conta para a tia Berenice que estava a beira da morte e que milagrosamente fica boa. Ela diz que havia encontrado um namorado perfeito, aquele homem dos sonhos que tia Berê sempre vê nos filmes. Assim que tia Berê saiu do hospital ela gasta tudo que tinha economizado para contratar o casamento dos sonhos para a sobrinha, e Julia encurralada sem conseguir cancelar o tal contrato e com medo que a tia piore ao descobrir a mentira arruma um namorado de mentirinha, o Marcus. Marcus também precisa de alguém para fingir ser seu “cuidador”já que ele quer morar sozinho e a família não o deixa por conta da sua nova condição de cadeirante após o acidente de moto que sofreu 3 anos antes e por causa de um mal entendido que levou todos a acharem que ele queria se matar.

O problema é que a mentira vai meio que se tornar verdade, e ambos os personagens terão que lidar com seus sentimentos e fantasmas para conseguir resolver sua situação.

Carina aborda vários assuntos polêmicos ao longo da história, mas pra mim o mais marcante foi a realidade de uma pessoa que vive na cadeira de rodas. A história vai sendo narrada sob o ponto de vista tanto de Julia quanto de Marcus, e é muito engraçado perceber como nas narrativas de Julia isso é um mero detalhe que ela quase nunca se lembra já que seu foco e totalmente na personalidade de Marcus, diferente de Marcus que narra várias coisas que são da realidade de um cadeirante mesmo e por vezes seus sentimentos frente a isso. Eu fiquei extremamente curiosa pra ver essa realidade, pois apesar de cruzar com vários cadeirantes por aí, eu nunca vi nenhum descendo de um carro adaptado por exemplo. É algo que me deixou curiosa. Sempre quando vou em banheiros e vejo o adaptado ao cadeirante tenho muita curiosidade em saber o quão funcional aquilo tudo é pra eles.

Por falar nisso, esse assunto me lembrou muito Feliz Ano Velho. Pensei em reler. Um dos livros mais marcantes da minha adolescência.Talvez um dia eu deva falar dele aqui no blog. Tenho até uma foto com o Marcelo Rubens Paiva, o qual eu amo desde que li esse livro e quase surtei quando descobri que havia feito mestrado na mesma faculdade que eu fiz. Aliás, foi lá que eu o conheci pessoalmente.

procura-se-um-marido-e-mentira-perfeita2

The reading was certainly one of the hottest moments of my month. A super lightweight book, authentic romantic comedy because although it deals with several controversial subjects never loses that light and good aspect of the narrative. My opinion, immeasurably better than Procura-se Um Marido. Not that the first one is not cool, but this spin-off is immensely better finished in the plots and the characters and events are much more striking – Carina’s evolution as a writer is evident and I loved the spicy scenes she added in the story. I found it totally pertinent and again light.

The story is a spin-off because the main characters are Marcus (Max’s brother in Procura-se Um Marido) and Júlia, who is an employee of L & L, company that Alicia’s grandfather left for her when he died. Although Max and Alicia have nothing to do directly with the events of the main story from Mentira Perfeita they appear at various moments in it because of their connection with the characters Marcus and Julia.

Finally, the plot of Mentira Perfeita revolves around a lie that Julia tells Aunt Berenice, who was on the verge of death and miraculously gets better. She says she had found a perfect boyfriend, the dream man Aunt Berê always sees in the movies. As soon as Aunt Berê leaves the hospital, she spends everything she had saved to hire the niece’s dream wedding, and then Julia is trapped without being able to cancel this contract, and fearing that her aunt will get worse if she finds out the lie Julia finds a fake boyfriend, Marcus, to introduce to her. Marcus also needs someone to pretend to be his “caretaker” since he wants to live alone and the family does not leave him because of his new condition in a wheelchair after the motorcycle accident that he suffered 3 years before and because of a misunderstanding that led everyone to believe that he wanted to kill himself.

The problem is that the lie will kind of become true, and both characters will have to deal with their feelings and ghosts in order to solve their situation.

Carina addresses several controversial issues throughout the story, but for me the most striking was the reality of a person who lives in the wheelchair. The story is being told from the point of view of both Julia and Marcus, and it is very funny to notice how in Julia’s narratives this is a mere detail that she almost never remembers since her focus is totally on Marcus’s personality, different from Marcus that narrates several things that are from a wheelchair reality and sometimes his feelings about it. I was extremely curious to see this reality, because despite crossing with several wheelchairs out there, I never saw any descended from an adapted car for example. It’s something that made me curious. Also whenever I go in bathrooms and see the adapted to the wheelchair ones I am very curious to know how functional everything is for them.

By the way, this subject reminded a lot about Feliz Ano Velho. I thought about rereading. One of the most remarkable books of my adolescence. Maybe one day I should talk about it in the blog. I even have a photo with Marcelo Rubens Paiva, who I loved since reading this book and almost freaked out when I discovered that I had studied in the same college he had done a master’s degree, which is where I met him in person.

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>