Boa Noite – Pam Gonçalves

Boa Noite – Pam Gonçalves

boa-noite

Alina é uma menina que sempre foi nerd e está indo para a Universidade. Com a mudança de cidade, a vida nova numa república e as aulas começando ela tem a chance de se reinventar. Ela começa a fazer novos amigos, a sair e aproveitar a vida como nunca tinha feito. Mas em meio a todas as coisas legais que anda vivendo, ela vai se deparar com uma situação muito desagradável, o que vai chamar sua atenção para todas as meninas que andam sofrendo abusos ao redor do campus universitário. Alina então terá que decidir como usar o que sabe para tentar ajudar essas pessoas e a ela mesma.

Preciso confessar que comprei o livro porque eu adoro a Pam e porque ela escreveu uma história de ficção mesmo, como qualquer outro autor, e não um livro contando sua vida de youtuber, ou como ela grava seus vídeos, coisas do gênero que me dão ica. Ah, e porque achei interessante a sinopse.

E devo afirmar que não me decepcionei. Gostei bastante. Achei a ideia muito boa, e apesar de você ver que ela ainda precisa desenvolver mais o seu jeito de escrever (esse foi o seu 1º livro, já que antes ela só tinha feito um conto num outro livro conjunto), a história e a sua escrita tem todo um estilo já.

Eu gostei muito da história como um todo, me identifiquei demais com a Alina (porque eu já fui uma aluna nerdona na faculdade tentando me reinventar) e acho que a única coisa que posso dizer, não sei nem se como crítica, é que eu queria que ela tivesse desenvolvido mais a última parte da história quando tudo está se acertando. Achei que tudo aconteceu rápido demais. Queria aproveitar mais os personagens nesta fase e o negócio passou tão rápido que fiquei com aquele gostinho de já acabou? Mas agora que ia começar os detalhes legais, ao passo de que quando a Alina está encanada no Artur a história é super grande e desenvolvida entre os dois.

Enfim, é aquele tipo de livro leve que você lê de um tacada e ideal para relaxar sabe. Apesar de abordar questões muito sérias eu achei a narrativa bem leve mesmo. Você não parar de ler sentindo-se pesada, pelo contrário. A história dá o recado, você pensa a respeito, mas não é afetada fisicamente pela leitura.

 

boa-noite-pam-gancalves

Alina is a girl who has always been a nerd and is going to college. With the change of city, a new life in a fraternity and classes starting she has a chance to reinvent herself. She begins to make new friends, to go out and enjoy life as she had never done. But amidst all the cool things she’s been living through, she’s going to come across a very unpleasant situation, which will draw her attention to all girls who are being abused around the university campus. Alina will then have to decide how she will use what she knows to try to help these people and herself.

I must confess that I bought the book because I love Pam and because she wrote a fiction story just like any other author, not a book telling her youtuber life, or how she records her videos, things like that. Oh, and because I found the synopsis interesting.

And I must say that I was not disappointed. I really liked it. I found the idea very good, and although you see that she still needs to develop her writing style (this was her 1st book, since she had only written a short story in another book before), the story and her writing has already a personal style.

I really liked the story as a whole, and I identified myself too much with Alina (because I was a nerd in college trying to reinvent myself) and I think the only thing I can say, I don’t even know if to criticize, is that I wanted that she had developed more the last part of the story when everything is coming to a conclusion. I thought it all happened too fast. I wanted to enjoy the characters more at this stage and the happenings went so fast that I got that taste of is it already over? Now that good details would start being told, so different from the part where Alina is thinking about Arthur, where the narrative is big and developed between the two.

Anyway, it’s that kind of light book that you read at once when you sit and ideal for relaxation. Despite addressing very serious issues I thought the narrative was very light indeed. You do not stop reading it felling heavy, on the contrary. The story gives the message, you think about it, but you’re not physically affected by reading.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>